Tema de hoje: Espumantes!

Hoje vou falar um pouco mais sobre uma das bebidas que eu adoro, o Espumante :)

O espumante no Brasil é uma bebida que é deixada um pouco de lado, pois normalmente só é consumida em ocasiões e momentos especiais. Na minha humilde opinião estamos errados, pois o espumante é uma das bebidas mais coringas das harmonizações, sua acidez ajuda a limpar o paladar e te ajuda na próxima garfada.

Lá no Instagram @casahessel_vinhos coloquei algumas informações que aqui vou dar mais detalhes.

O espumante é classificado de acordo com sua concentração de açúcar residual por litro, como a seguir:


Na tabela acima, consideramos o Nature com menos residual até o Doce - Moscatel - com maior residual de açúcar. Isso te ajuda na hora da escolha, se você como eu, prefere opções menos doces.

Na opção a seguir, o produtor colocou a classificação "Brut" abaixo do método de produção, "Charmat". Assim, da próxima vez que você for escolher um espumante, sugiro prestar atenção nesta classificação de acordo com o seu gosto.



Agora falando sobre os métodos de produção mais conhecidos:

Temos o método Champenoise - Tradicional:

O método tradicional descrito acima é o mesmo utilizado nas tradicionais Maisons Françaises de Champagne. Ressalto aqui (e você também deve saber) que o único lugar no mundo que pode falar que produz Champagne, é obviamente a região de Champagne na França. Assim como o Prosecco na Itália e a Cava na Espanha.

O método tradicional resulta em um espumante mais complexo, aromático e também mais caro. Nesta opção, normalmente é um espumante mais gastronômico, que pede uma comida para ser degustado junto.


O segundo método mais conhecido é o Charmat:

O método Charmat é o mais moderno para produzir espumantes com dupla fermentação, onde a elaboração acontece em maiores volumes, geralmente grandes tanques, reduzindo assim os custos de produção.

O resultado desta fermentação é um espumante mais leve e refrescante, em que você pode tomar na praia ou beira da piscina sem a necessidade de um alimento.


O espumante ideal vai depender da ocasião em que ele será servido, não necessariamente do seu processo de fabricação e também do quanto você está disposto a investir na sua compra. Se a ocasião pede algo mais elegante, opte por Champenoise. Se for um encontro mais leve e descontraído, opte por um bom Charmat.


Falando um pouco das características do Espumante:

As borbulhas ou a perlage, perlage vem do francês perle, ou pérola, e é usada para se referir às bolhas do espumante e essas devem ser finas, numerosas e persistentes.

No aroma, dependendo da uva utilizada, geram notas de pêra, abacaxi, frutas cítricas e notas minerais (no caso do Chardonnay). A Pinot Noir, resulta em aromas de frutas vermelhas, como cerejas, morangos, amoras e notas florais, como rosas e violetas.

Para espumantes mais encorpados, complexos e com mais tempo em garrafa, conferem no aroma mel, frutas secas, amêndoas, pão tostado, etc.

Na boca devemos sentir a acidez bem presenciada e as notas que aquela uva que produziu o vinho normalmente trás.


Serviço:

Deve ser apreciado a temperaturas de 6º a 8ºC, nunca congelar, pois isso fará com que o espumante perca suas características.

A taça deve ser daquelas mais altas e estreitas, que ajudam a manter a perlage consistente e que ajude a perlage a não se dissipar rapidamente. Na hora de servir, diferentemente do vinho, o correto é dar uma inclinada na taça (semelhante ao serviço da cerveja) e servir.


Um erro que muitas pessoas cometem é servir espumante em casamentos na hora do bolo. Quando harmonizamos uma sobremesa mais doce com o espumante, matamos os sabores sutis que esta bebida confere, dando aquela sensação de amargor na boca. A regra aqui é que a sobremesa deve ser igual ou menos doce que o vinho/espumante. Se tiver que escolher, eu iria em um Moscatel.


Sugestões:

Espumante Casa Perini Brut



O Brasil é um excelente produtor de Espumantes. O Brut da Casa Perini é uma excelente opção, elaborado pelo método Charmat, é feito com as uvas Riesling e Chardonnay. É leve, refrescante, excelente para o verão.

R$42,90 na Amazon.


Espumante Arte Brut - Casa Valduga. Método Tradicional (Champenoise).


Espumante Brut, feito com as uvas Chardonnay e Pinot Noir, excelente pedida.

MEDALHA DE OURO no Concurso Brasileiro de espumantes.

R$78,30 na Amazon.



Bom, espero que tenham gostado do post de hoje e na hora de escolher uma bebida, que incluam o espumante em suas escolhas.

Não deixem de me seguir lá no insta @casahessel_vinhos.


Saúde!


Camila Hessel









44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo